Hipolabor ensina: Quais medicamentos não tomar com suspeita de dengue

Hipolabor ensina: Quais medicamentos não tomar com suspeita de dengue

Antes mesmo do diagnóstico de dengue ser confirmado por um médico, é comum que, ao sinal de suspeita de dengue, as pessoas queiram se auto medicar. Muitas dessas vezes, familiares ou vizinhos fazem o papel de “Doutor” indicando os mesmos medicamentos que usou.

Quanto a essa prática, o profissional de saúde tem pouco a fazer de imediato, já que a pessoa não foi consultá-lo. Por isso, campanhas televisivas e cartazes em unidades de saúde (pronto-atendimentos, drogarias, farmácias etc.) devem alertar as pessoas sobre o erro dessa prática.

Conheça no post de hoje quais são os medicamentos que você não deve tomar em caso de suspeita de dengue:

O papel do farmacêutico

Na prescrição farmacêutica, o farmacêutico pode fazer bem mais pelo paciente quando este for até a farmácia se orientar com ele. Nesta consulta, o profissional da unidade de saúde poderá prescrever ao paciente medicamentos para aliviar sintomas como febre e dores. A Anvisa recomenda a dipirona e o paracetamol (com restrições que veremos adiante). Antes de prescrever ou vender o medicamento, é necessário averiguar se o paciente já teve dengue, pelo risco de dengue hemorrágica.

Medicamentos contraindicados em casos de suspeita de dengue

1. Salicilatos e salicilamida

Os medicamentos ácido acetilsalicílico, ácido salicílico, salicilato de sódio, metilsalicilato, diflunisal e salicilamida em composição única ou associados a outros princípios ativos são proibidos em suspeitas de dengue. Eles são naturalmente anticoagulantes, aumentando as chances de hemorragias, podendo ser confundidas com a Febre Hemorrágica da Dengue.

Com tantos nomes comerciais, até os profissionais de saúde podem se questionar se um medicamento tem ou não tais princípios ativos. Na dúvida, basta consultar a Anvisa para saber quais são os nomes comerciais dos medicamentos.

Confira abaixo uma lista com nomes comerciais mais conhecidos de alguns medicamentos que não devem ser vendidos em suspeita de dengue:

  • AAS
  • Ácido acetil salicílico
  • Anacetil
  • Analgesin
  • Aspirina
  • Aspirina Impact
  • Aspirina Prevent
  • Bayaspirina
  • Benegrip
  • Bufferin
  • Cafiaspirina
  • Cardioaas
  • Cheracap S
  • Cibalena A
  • Coristina D
  • Doril
  • Engov
  • Excedrin-E
  • Furp
  • Gripin C
  • Lepemc AAS
  • Melhoral C e infantil
  • Mialgin
  • Prevencor
  • Salicetil
  • Salisvit C
  • Sinutab
  • Somalgin
  • Sonrisal
  • Superhist
  • Vasclin
  • Vita Grip

2. Outros anti-inflamatórios não-hormonais (Aines)

  • Indometacina
  • Diclofenaco
  • Naproxeno
  • Ibuprofeno
  • Cetoprofeno
  • Fenbufeno
  • Piroxicam.

3. Paracetamol (em alguns casos)

Segundo a Anvisa, “O paracetamol é contraindicado para portadores de doenças hepáticas, imunossupressoras e AIDS. O vírus do Dengue, especialmente a forma hemorrágica da doença, provoca necrose hepática podendo evoluir para falência do órgão.”

4. Corticoides

Vários estudos com corticoides não foram eficazes ou foram inconclusivos contra a dengue. Portanto, a recomendação atual é não tomar medicamentos a base de corticoides em suspeitas de dengue.

Sintomas que podem ser confundidos com os da dengue

Especialmente nas crianças, os sintomas podem ser confundidos sarampo, rubéola e gripe com a dengue, principalmente fortes dores de cabeça, febre alta por vários dias, indisposição e dores musculares. Manchas pelo corpo confundem o sarampo com dengue hemorrágica.

O profissional da saúde deverá encaminhar o paciente ao médico para que a suspeita de dengue seja confirmada e os medicamentos para dengue sejam prescritos pelo médico. É importante que o farmacêutico oriente o paciente a falar, obrigatoriamente, ao médico que está tomando medicações para aliviar o sintoma. Se possível, escreva em receituário farmacêutico a medicação dispensada, para o paciente entregar ao médico.

Ficou fácil saber quais medicamentos não tomar com suspeita de dengue? Comente sobre suas experiências com pacientes com dengue.

 

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba nossas novidades.