Hipolabor ajuda: quais medicamentos têm efeito prejudicado ao tomar antibiótico?

Hipolabor ajuda: quais medicamentos têm efeito prejudicado ao tomar antibiótico?

A automedicação é uma prática comum no Brasil, é não é raro nos depararmos com pessoas que tem o costume de tomar medicamentos sem prescrição, baseadas apenas na recomendação de familiares, amigos e conhecidos.

Como já se sabe, essa atitude é bastante perigosa e pode acarretar graves problemas, sobretudo quando o medicamento tomado é um antibiótico. Afinal, há várias fórmulas para tratar uma mesma doença, e apenas um profissional pode decidir qual é a mais adequada para cada caso.

Além disso, tomar antibióticos sem necessidade pode fazer com que os medicamentos afetem as bactérias naturais do corpo, tornando outras bactérias resistentes ao remédio e mais nocivas para o organismo.

Outro motivo para evitar a ingestão desnecessária de antibióticos é o fato de eles interferirem na eficácia de outros medicamentos. Veja quais são eles:

Anticoncepcionais

Muitas mulheres não sabem, mas o antibiótico pode cortar o efeito do anticoncepcional ou torná-lo menos eficaz. Isso acontece porque ele causa mudanças na flora intestinal, podendo interferir na absorção e aproveitamento dos componentes hormonais das pílulas.

Por isso, sempre que um antibiótico for prescrito, deve-se buscar métodos adicionais para a prevenção da gravidez, como o preservativo.

Analgésicos

A interação entre antibióticos e analgésicos não é grave, mas um pode anular o efeito do outro, ou, no pior dos casos, de ambos os medicamentos.

Recomenda-se comunicar ao médico quais grupos de medicamentos você precisará ingerir em determinado período de tempo. O profissional irá calcular qual o intervalo ideal entre eles para que não sejam metabolizados juntos e sofram qualquer alteração.

Antiácidos

Antiácidos podem diminuir o efeito dos antibióticos, pois reduzem a absorção do princípio ativo, que, geralmente, tem pH ácido. Por isso, é indicado tomar o antiácido no mínimo uma hora depois da ingestão do antibiótico.

Anti-inflamatórios

Em geral um medicamento não prejudica o efeito do outro, porém, a união do antibiótico com o anti-inflamatório pode cair como uma verdadeira bomba no estômago, causando problemas gástricos e fortes dores estomacais.

Nesse caso, também vale a dica de consultar o médico para que ele calcule o intervalo ideal entre ambos os medicamentos para que não sejam metabolizados conjuntamente.

Remédios para colesterol

Antibióticos tomados por via oral, quando associados a remédios para colesterol, aumentam os riscos de danos aos rins. Comunique seu médico sobre o remédio que você já toma para que ele, se possível, receite um antibiótico injetável.

Remédios consumidos por pessoas que passaram por cirurgia bariátrica

Pessoas que se submeteram a cirurgias bariátricas não conseguem absorver grande quantidade de medicamentos no estômago. Por isso, qualquer combinação entre dois remédios simultaneamente deve ser analisada pelo médico.

Por se tratar de um problema orgânico, cabe ao profissional decidir quais medicamentos poderão ser absorvidos com mais sucesso pelo organismo.

Para que o tratamento alcance os efeitos desejados por meio de antibióticos é preciso respeitar a dosagem, os horários e o tempo de uso prescritos pelo médico. Também se recomenda a ingestão com água e não ingerir nenhum tipo de bebida alcoólica. Além disso, saber se o medicamento deve ser ingerido antes ou após as refeições é importante.

Sempre que você precisar tomar antibiótico associado a um remédio de uso contínuo ou outro tipo de medicamento, consulte o seu médico!

E você, gostou desse conteúdo? Deixe sua opinião nos comentários e enriqueça essa discussão!

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba nossas novidades.