Hipolabor explica: entenda o que é Otite e saiba como tratá-la

Hipolabor explica: entenda o que é Otite e saiba como tratá-la

A otite é uma das doenças mais comuns durante a infância, sendo causada pela inflamação ou infecção de alguma parte do ouvido.

Apesar de ser tão frequente, ainda há discordâncias em relação ao tratamento dessa condição, e as condutas dos profissionais da área de saúde são extremamente variadas.

Quer entender mais sobre o que é otite e como deve ser realizado o seu tratamento? É só continuar lendo o nosso post!

O que é otite?

Otite é o nome dado à inflamação de qualquer parte do conduito auditivo, o que inclui:

  • orelha externa: pavilhão auricular e canal auditivo externo;
  • orelha média: membrana do tímpano, ossículos (martelo, bigorna e estribo) e tuba auditiva;
  • orelha interna: labirinto (cóclea e vestíbulo — estruturas responsáveis pela audição e pela sensação de equilíbrio do corpo).

O que causa a otite?

A otite pode ser causada por qualquer processo inflamatório, seja esse resultado de uma alergia, de uma infecção bacteriana, fúngica ou viral.

No caso da otite interna, mais conhecida como labirintite, é possível ainda que fatores genéticos e mecânicos tenham uma influência considerável sobre a doença.

Quem pode sofrer de otite?

Pessoas com o costume de colocar objetos (cotonetes, grampos, palitos, etc) dentro do ouvido têm uma maior chance de desenvolver otite, mas pessoas de todas as idades e sexos podem apresentar a doença.

Em nadadores, o contato frequente com a água favorece a remoção da cera que protege o ouvido, aumentando a incidência de otite externa. Por isso, essa doença também é conhecida como otite dos nadadores.

Contudo, o quadro de otite mais comum é o de otite média aguda em bebês e crianças, devido à alta frequência de infecções das vias aéreas respiratórias e à menor distância entre a orelha média e a garganta, que se comunicam através da tuba auditiva.

Quais os sintomas da otite?

Otite externa

  • vermelhidão;
  • dor ao toque e à mobilização do pavilhão auricular;
  • coceira e irritação local;
  • sensação de ouvido tampado;
  • saída de pus ou água pelo ouvido.

Otite média

  • dor de garganta ou resfriado prévio;
  • dor dentro do ouvido;
  • vermelhidão ou abaulamento timpânico;
  • febre;
  • saída de pus pelo ouvido;
  • irritação, choro, perda de apetite, vômitos e diarreia (em crianças).

Otite interna (labirintite)

  • zumbido no ouvido;
  • tontura ou vertigem;
  • perda auditiva;
  • movimentos oculares involuntários;
  • náuseas e vômitos.

Como tratar a otite?

A otite externa deve ser tratada com o uso de analgésicos orais (paracetamol, dipirona ou ibuprofeno) e de antibióticos tópicos na forma de gotas. Realizar compressas de calor no local também ajuda a reduzir o inchaço e o desconforto na orelha.

O tratamento da otite média envolve uma avaliação médica cuidadosa. Casos simples com sintomas leves, podem ser tratados de forma conservadora com uso apenas de analgésicos e anti-inflamatórios. Já casos mais graves, com febre alta ou sintomas mais fortes por pelo menos 48-72hs, devem ser tratados com o uso de antibióticos orais, sendo a amoxacilina a escolha mais frequente.

Em casos de otite média recorrentes pode ser necessário realizar drenagem de pus através de um pequeno corte no tímpano (miringotomia) ou retirar as adenoides (adenoidectomia) para facilitar a drenagem de secreções nas vias aéreas e reduzir a inflamação do ouvido.

Já a labirintite deve ser tratada de acordo com sua causa, o que pode demandar o uso de antibióticos, corticoides, antivirais, ansiolíticos e medicamentos vasodilatadores.

Quando é necessário procurar o médico?

Em todos os casos de otite é recomendado que o paciente passe por uma avaliação médica e realize um exame otológico completo, devido ao risco de complicações auditivas por falha no tratamento.

As possíveis complicações incluem perda da audição, otite crônica, zumbido, perfuração do tímpano, paralisia facial e disseminação da infecção para ossos do crânio ou para o cérebro (mastoidite, petrosite, meningite, abscesso cerebral, empiema subdural, etc).

Agora que você já aprendeu tudo sobre o que é otite, que tal conferir o nosso post sobre as causas do zumbido no ouvido?

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba nossas novidades.