Hipolabor explica: Como deve ser uma receita

Hipolabor explica: Como deve ser uma receita

Certamente, você já sabe da importância das receitas de medicamentos, e de como há remédios que não se pode comprar sem elas. No entanto, será que você já se atentou para o fato de que há diferentes tipos de receitas, e que elas devem seguir determinadas diretrizes?

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) estabelece certas regras e convenções sobre como deve ser uma prescrição médica, fundamental para médicos, farmácias, laboratórios de manipulação, e, claro, pacientes. Isso é feito a partir de padrões de cores e de dados e informações que precisam ser preenchidos. O objetivo é assegurar que o processo de indicação e consumo dos medicamentos aconteça da forma mais segura e clara possível para todos os lados envolvidos. Quer saber mais? A Hipolabor te explica!

O que é e quem escreve?

Antes de tudo, é preciso saber o que, exatamente, é uma receita de medicamento. Segundo a Anvisa, é um documento que contém orientação de uso para o paciente, efetuada por profissional legalmente habilitado, seja ele de formulação magistral ou de produto industrializado. No Brasil, quem pode prescrever medicamentos são os seguintes profissionais da saúde: médicos, cirurgiões dentistas, médicos veterinários, enfermeiros, farmacêuticos e nutricionistas. Por isso, só aceite indicações de quem possui essas credenciais.

O que representam as cores?

Não estamos falando de times de futebol, mas de receitas médicas. Sim, porque as cores desse documento não são aleatórias ou apenas para ficar bonito e diferente. Você recebe receitas de diferentes colorações não é à toa.

Branca

Receitas de cor branca são prescritas por médicos e outros profissionais para a dispensação dos medicamentos que possuem tarja vermelha (usada em remédios que somente podem ser comercializados com receita). Alguns deles necessitam de controle especial e, por essa razão, devem ser prescritos em duas vias da receita branca — no caso, uma via permanece retida no estabelecimento farmacêutico, enquanto a outra fica com o próprio paciente.

Azul

Há também a receita de cor azul, que na verdade se chama “notificação de receituário”. Trata-se de um documento padronizado, com numeração controlada pelos órgãos de vigilância sanitária, e que é emitida pelo profissional da saúde para indicação de medicamentos que podem causar dependência, os psicotrópicos. Essa notificação de cor azul deve sempre ser acompanhada por uma receita branca, porque a notificação fica retida na farmácia para comprovar que o medicamento foi dispensado da maneira certa. Já a receita branca fica com o paciente, para que ele se informe sobre o medicamento que tem em mãos.

O que deve conter?

Tanto a receita branca quanto a notificação azul possuem algumas exigências sobre o preenchimento. É importante você conhecer essas obrigações para garantir que estará recebendo o documento corretamente preenchido.

Não é exatamente assim que acontece na prática, mas está estabelecido que toda receita deve estar escrita de modo legível. Afinal, se o profissional escreve um medicamento e o farmacêutico o confunde com o outro, você leva para casa um remédio diferente, que não foi indicado — e o risco para a sua saúde pode ser grande.

Além disso, a prescrição médica precisa ter o nome e o endereço do paciente, por questões de segurança. Obviamente, precisa trazer, também, o nome do medicamento, a concentração e a quantidade indicadas, que devem ser estabelecidas após a consulta. A receita deve definir o modo como a substância será utilizada. Ao final da folha, é obrigatório constar o nome e o CRM do médico, assim como a data e a assinatura do profissional.

No caso da notificação de receituário, há ainda alguns dados que são preenchidos na farmácia, uma vez que esse documento fica em poder do estabelecimento. No caso, é feita a identificação do comprador e do fornecedor, além das informações que já constam na receita.

Agora que você sabe mais sobre as receitas, fique de olho! Tudo isso é feito para garantir a segurança de todo o processo e, principalmente, garantir a sua saúde!

Você já passou pela situação de receber uma receita que não estava devidamente preenchida? Compartilhe sua experiência através dos comentários!

banners_ebook_post

 

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba nossas novidades.