Hipolabor explica: quais são as doenças oculares mais comuns

Hipolabor explica: quais são as doenças oculares mais comuns

A visão é o sentido mais marcante para o ser humano e influencia diretamente a forma pela qual compreendemos a vida e o mundo à nossa volta. Por isso, as doenças oculares estão entre as mais temidas por boa parte da população e causam medo em um grande número de pessoas.

Apesar de bem limitado, o fato é que a ciência já avançou muito no tratamento dessas patologias. Elas são inúmeras, mas com mais conhecimento de causa é possível preveni-las e tratá-las da melhor maneira.

Quer aprender um pouco mais sobre o assunto? Então confira o conteúdo a seguir e descubra quais são as doenças oculares mais comuns!

Miopia

A miopia é uma das doenças oculares mais conhecidas e comuns. Ela consiste na perda de nitidez na visão devido a um erro de refração para longe, que ocorre porque a imagem se forma na frente da retina; ou globo ocular é mais longo ou o cristalino possui uma distância focal curta.

Os tratamentos podem ir desde o uso de óculos e lentes de contato até a cirurgia a laser.

Hipermetropia

A hipermetropia é outra doença que ocorre por erro de refração, mas, ao contrário da miopia, aqui a imagem se forma atrás da retina. De qualquer maneira, a capacidade de visão é reduzida e o paciente tem dificuldade para enxergar objetos próximos, dificultando, por exemplo, a leitura de livros e jornais.

O tratamento também consiste no uso de óculos ou lentes de contato e da cirurgia a laser.

Astigmatismo

O astigmatismo é outra das doenças oculares mais comuns. Ela causa distorção na visão de imagens em razão de uma irregularidade no formato da córnea, reduzindo a nitidez. Com isso, o paciente passa a enxergar embaçado tanto para perto quanto para longe, e não é raro que essa patologia ocorra em conjunto com outras como a miopia.

O tratamento inclui o uso de óculos, lentes de contato e cirurgia a laser.

Glaucoma

O glaucoma é uma doença que ocorre em decorrência da pressão ocular elevada, que acaba lesando o nervo óptico e é uma das maiores causas de cegueira irreversível no planeta.

Tem caráter progressivo e é bastante perigosa, pois ao contrário das outras patologias oculares que costumam vir com sintomas como dores de cabeça ou enxaquecas, o glaucoma pode ser silencioso. Ele ocorre por problemas de drenagem do humor aquoso, líquido que preenche o globo ocular. O tratamento pode ser clínico, com laser ou cirurgia filtrante.

Catarata

A catarata é simplesmente a principal causa de cegueira no mundo. Ela ocorre quando o cristalino, lente natural dos olhos, fica opaco, reduzindo a acuidade visual. A doença pode ser congênita, mas o mais comum é que evolua progressivamente com o passar da idade.

O trauma ocular e o uso de medicamentos como corticoides também podem originar o quadro. O único tratamento eficaz para a catarata é a cirurgia.

Presbiopia

A presbiopia é a doença conhecida como “vista cansada” e surge por volta dos 40 anos. Embora ela reduza a acuidade visual, a patologia é considerada normal com o avançar da idade e ocorre porque o cristalino vai perdendo lentamente a sua capacidade de funcionamento.

Apesar de não ter cura, pois é um processo natural do organismo, ela pode ser estabilizada e diminuída com o uso de óculos de grau e lentes de contato ou até de cirurgia a laser, embora os resultados não sejam tão bons quanto os obtidos com outras doenças oculares.

Essas são as doenças oculares mais comuns. Ainda ficou com alguma dúvida? Conte para nós nos comentários!

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba nossas novidades.