Hipolabor mostra: conheça os antialérgicos vendidos sem receita

Hipolabor mostra: conheça os antialérgicos vendidos sem receita

Sabemos que a automedicação é um grande perigo para a sociedade e pode, em algumas situações, causar sérios danos à saúde das pessoas. É importante orientar a população, seja em farmácias ou ambulatórios médicos, sobre os riscos de se automedicar, por menor que seja o problema de saúde. Além dos analgésicos à base de AAS ou Dipirona, e dos antitérmicos normalmente usados para combater resfriados, os antialérgicos também são os campeões de vendas entre os remédios de venda livre.

Neste artigo serão apresentados os principais os antialérgicos vendidos sem receita, expondo suas diferenças em relação aos antialérgicos de venda restrita e ressaltando suas indicações. Vamos conferir?

Anti-histamínicos ou antialérgicos de venda livre

É um tipo de medicação normalmente usada para aliviar os sintomas iniciais de doenças alérgicas como rinite, urticária e conjuntivite alérgica. Muitas vezes, os antialérgicos de venda livre também são usados no combate a estas alergias.

Esses medicamentos ajudam a desobstruir as vias aéreas problemáticas, mas, em contrapartida, trazem muitos e fortes efeitos colaterais que podem ser extremamente perigosos caso o paciente tenha uma condição médica preexistente.

É importante lembrar e orientar pacientes e clientes de que os medicamentos de venda livre são para uso temporário e jamais devem ser administrados a longo prazo.

Diferenças dos antialérgicos de venda restrita em relação aos de venda livre

Os efeitos colaterais dos anti-histamínicos de venda restrita são bem menores em relação aos de venda livre. Além disso, não causam sonolência e apresentam resultados mais rápidos, mesmo sendo ingeridos em doses diárias menores.

Os antialérgicos de venda restrita são chamados de anti-histamínicos de “segunda geração”. São medicamentos de custo bem mais elevado, mas, assim como os demais medicamentos, podem ser encontrados em suas versões genéricas e com custo mais acessível.

Efeitos colaterais dos antialérgicos de venda livre

Os anti-histamínicos de venda livre possuem fortes efeitos colaterais e, por isso, os clientes e pacientes devem ser orientados tanto em farmácias quanto em hospitais ou ambulatórios médicos sobre estas condições, para que não estejam sozinhos após a ingestão de medicamentos deste tipo.

Entre os principais efeitos colaterais de antialérgicos de venda livre estão a forte sonolência, pelo fato de terem um efeito sedativo, além de olhos e boca secos e incômodos estomacais. O paciente também pode vir a sentir tonturas e náuseas após a ingestão destes medicamentos, por isso não realizar serviços perigosos como operar máquinas e dirigir.

Algumas informações importantes aos pacientes

  • O paciente jamais deve usar um anti-histamínico por um longo período. Se os problemas persistirem, é ideal que se procure auxílio médico;
  • Muito cuidado ao receitar medicamentos antialérgicos a idosos, pois estes são mais suscetíveis a efeitos colaterais como tontura, confusão e sonolência, além de vista embaçada e secura na boca;
  • Atenção especial aos pacientes com problemas respiratórios ou cardíacos, pressão alta, glaucoma, diabetes, dificuldade para urinar e problemas na próstata, danos nos rins e úlcera péptica. Sempre pergunte ao seu paciente sobre problemas de saúde preexistentes;
  • Gestantes e lactantes devem sempre buscar orientação médica antes de ingerir não só os anti-histamínicos, mas qualquer outro medicamento.

O brasileiro tem o hábito de se automedicar, muitas vezes em decorrência da demora em se conseguir consultas médicas, tanto no SUS quanto em convênios médicos. É muito importante que a população seja orientada sobre os perigos de ingerir, além dos anti-histamínicos de venda livre, qualquer medicamento sem a orientação de um especialista, pois pode trazer sérios efeitos colaterais e riscos à saúde.

Gostou de saber mais um pouco sobre os antialérgicos? Deixe seu comentário!

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba nossas novidades.