Marketing básico para farmacêutico: 6 dicas para adotar hoje mesmo

Marketing básico para farmacêutico: 6 dicas para adotar hoje mesmo

Em um cenário tão competitivo como o atual, é preciso que os gestores e empresários sempre busquem soluções para aumentar as vendas e superar a concorrência. Nesse sentido, algumas estratégias de marketing básico para farmacêutico podem ser a saída para um mercado que tenta inovar, mesmo diante de algumas limitações.

Afinal, existem regras que limitam o marketing e a propaganda farmacêutica. Mas isso não é desculpa para não investir em ações de fidelização e atração de clientes, que podem contribuir para o aumento das vendas.

Neste post, falaremos um pouco mais sobre o marketing básico para farmacêuticos e daremos 6 dicas que ajudarão a impulsionar o negócio. Continue a leitura para saber mais!

O que é marketing farmacêutico?

O marketing já é adotado pelas empresas há muito tempo. Ele é formado por um conjunto de estratégias voltadas para o entendimento das necessidades de um público, de modo que se possa oferecer produtos e serviços direcionados a ele.

Assim, o marketing farmacêutico, de maneira simplista, pode ser entendido como as estratégias e ferramentas que visam o conhecimento do público consumidor para a divulgação de medicamentos. No entanto, ele esbarra em uma série de restrições legais, determinadas por normas, como a RDC 96/2008, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Essa e outras normas visam o controle da divulgação de medicamentos, produtos e serviços médicos e farmacêuticos para evitar problemas, como a automedicação. De fato, se em outros mercados o marketing serve para estimular o consumo, isso não pode ser uma justificativa para o marketing farmacêutico, devido aos riscos inerentes à saúde das pessoas.

Portanto, podemos definir o marketing farmacêutico como uma série de ações que buscam orientar o público, tanto de consumidores quanto de prescritores, sobre o uso e as indicações dos medicamentos.

Mas mais do que isso, quando falamos na farmácia em si, também incluem as estratégias que visam atrair e fidelizar o público com base em seus interesses e necessidades.

Envolvem ações de análise e seleção de um público-alvo e a comunicação com ele, até o entendimento do ticket médio de cada cliente e outras informações importantes para a tomada de decisões.

Qual a importância do marketing para os negócios?

Ora, o objetivo de qualquer negócio é vender. E muitos poderiam argumentar que basta ter produtos de qualidade para que os clientes fossem naturalmente atraídos, com as suas necessidades básicas forem satisfeitas.

No entanto, na prática, isso não acontece. Isso porque as pessoas estão cada vez mais exigentes. Não basta que uma empresa forneça os produtos ou serviços que eles desejam. É preciso que ofereçam diferenciais que satisfaçam outras necessidades, como comodidade, serviços agregados e informação.

E no marketing farmacêutico isso é ainda mais urgente. Além das questões legais, as farmácias precisam superar a grande concorrência. Afinal, são mais de 80 mil estabelecimentos em todo o país, de acordo com a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma).

Dessa forma, o marketing farmacêutico procura dialogar com um público bastante específico dentro de um mercado muito amplo. É uma maneira de conquistar espaço na mente do consumidor e garantir que sua marca ganhe a preferência dele.

Como fazer marketing básico para farmacêutico?

Nesse momento você deve estar se perguntando se o investimento vale realmente a pena, além de ser importante e apresentar bons resultados. A verdade é que, se até algum tempo poderia ser muito caro investir em marketing, a realidade hoje é outra.

O marketing básico para farmacêutico contempla estratégias bem simples, que utilizam poucos recursos, e que podem ser bastante direcionados. Assim, com um investimento baixo, é possível ter um retorno bem maior em comparação às ações tradicionais.

Separamos algumas estratégias que você pode colocar em prática em pouco tempo. Confira a seguir.

1. Melhore a distribuição de produtos na loja

O trade marketing é como é chamado o conjunto de estratégias de marketing adotadas no ponto de vendas. Você já deve ter percebido que se um produto é colocado com um maior destaque, ele acaba vendendo mais.

O fato é que a distribuição dos produtos na loja pode influenciar muito na decisão de compra dos clientes.

2. Invista em inbound marketing

O inbound marketing é uma estratégia de marketing digital que consiste na criação de conteúdo relevante de acordo com o interesse de um público determinado. Assim, você pode usar um blog, as redes sociais e os e-mails marketing para informar seus clientes e, indiretamente, gerar uma demanda por um determinado produto.

3. Adote estratégias de fidelização de pacientes

É muito mais caro atrair novos clientes do que conquistar os atuais. Por isso, depois que uma compra é feita, o trabalho de marketing deve continuar. Para tanto, invista em ações como programas de pontuação e de descontos, cartões fidelidade e outras estratégias que favorecem o retorno dos consumidores.

4. Faça marketing de relacionamento

E por falar em conquistar os clientes, pense no quanto pode ser interessante manter um relacionamento mais duradouro com eles. Para isso, ofereça canais que estabeleçam uma relação mais próxima com os consumidores, como chats, e-mails, telefone e formulários.

5. Estabeleça parcerias importantes

Uma estratégia barata e eficiente de marketing básico para farmacêutico é por meio de parceiros. A farmácia pode criar parcerias com outros estabelecimentos e profissionais de saúde. Por exemplo, dá para distribuir panfletos e amostras em consultórios e clínicas ou até criar conteúdo para outros blogs e redes sociais.

6. Considere vender online

Cada vez mais farmácias conseguem ampliar seus negócios no ambiente digital. Ter um e-commerce é uma maneira de atingir outras pessoas, que não podem comprar seus produtos nas lojas físicas. Inclusive, muitos consumidores preferem comprar pela internet por toda a comodidade que ela oferece, mesmo que existam estabelecimentos próximos.

Enfim, essas são apenas algumas estratégias de marketing básico para farmacêutico. É fundamental que cada negócio e profissional entenda seus potenciais e saiba explorá-los da melhor maneira possível. O mais importante é não ficar parado e se esforçar ao máximo para fazer a sua marca se destacar.

Gostou dessas dicas de marketing básico para farmacêutico? Quais delas você realiza ou gostaria de adotar? Deixe sua resposta nos comentários!

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba nossas novidades.