A importância do ácido fólico

O uso do ácido fólico (vitamina B9) para gestantes é de extrema importância para a boa formação do bebê. Ele tem atuação no desenvolvimento do tubo neural, que é a estrutura do embrião que dará origem ao cérebro e à medula espinhal. Diversos países, incluindo o Brasil, têm leis para a adição do ácido fólico a grãos e farinhas. Além disso, é recomendado que mulheres que planejam engravidar consumam a vitamina um mês antes da concepção até o terceiro mês.

O suplemento contribui também para o rápido crescimento celular da placenta e do bebê, reduz casos de anemia na mãe e as ocorrências pré-eclâmpsia. A quantidade ideal deve ser prescrita pelo médico e, para facilitar o acesso para a população, vários postos de saúde no Brasil distribuem gratuitamente o ácido fólico produzido pela Hipolabor.

Mais benefícios

Um trabalho do Departamento de Psiquiatria do Hospital Geral de Massachusetts, nos Estados Unidos, divulgado recentemente, confirmou outro benefício da vitamina: o papel protetor do ácido fólico em relação à psicose. Em um estudo publicado na revista Jama, da Associação Médica Norte-Americana, os pesquisadores constataram que a exposição pré-natal a esse micronutriente em alimentos fortificados pode reduzir o risco de doenças mentais.

O estudo inclui dados de três pesquisas realizadas com 1,4 mil pessoas dividas em três grupos: não expostos à fortificação pré-natal com ácido fólico, expostos parcialmente ou completamente expostos. Quando os pesquisadores compararam a imagem do cérebro, eles descobriram que o aumento da exposição ao ácido fólico no útero estava associado a mudanças futuras no desenvolvimento do órgão, que tem relação direta ao risco reduzido de sintomas de psicoses. Para um dos autores do estudo, o psiquiatra Joshua Roffman, transtornos mentais, como autismo e esquizofrenia, iniciam-se antes ainda de uma criança nascer. Portanto, ele aposta em abordagens na prevenção pré-natal.

Além do ácido fólico, os micronutrientes ferro, vitamina D, ácidos graxos essenciais e retinoides podem desempenhar papel importante na prevenção do desenvolvimento dos transtornos mentais.

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba nossas novidades.