Enfermeiro pode prescrever remédio e realizar consultas?

A jornalista Cláudia Collucci escreveu em sua coluna na Folha de São Paulo sobre Enfermagem. Ela chama a atenção para a importância do enfermeiro para ampliar o acesso da população à saúde pública, contribuindo para a promoção da saúde, prevenção de doenças e redução de mortes.

 

O enfermeiro é o profissional capacitado para facilitar a assistência à saúde. Um exemplo é a classificação de risco, fundamental para priorizar o atendimento, conforme a necessidade, a partir de critérios clínicos e protocolos definidos.

 

Um aspecto que muita gente não conhece é que o enfermeiro é autorizado a prescrever medicamentos estabelecidos em programa de saúde pública e em rotina aprovada pela instituição de saúde. As equipes que atuam na atenção básica, segundo portaria do Ministério da Saúde, podem realizar consulta de enfermagem, procedimentos, solicitação de exames complementares, prescrever medicações, conforme protocolos, diretrizes clínicas e terapêuticas ou outras normativas técnicas.

 

Clique aqui para ter acesso ao texto original.

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba nossas novidades.