Hipolabor explica: o que é e para que serve a Fisioterapia Respiratória

Hipolabor explica: o que é e para que serve a Fisioterapia Respiratória

Você conhece a fisioterapia respiratória? Sabe como ela pode ser útil para a saúde de seus pacientes? Quais doenças ela pode tratar e prever?

Se você ainda tem dúvidas a respeito desse assunto, o post de hoje explica exatamente do que se trata esse tipo de fisioterapia e quais são as suas características. Confira!

O que é fisioterapia respiratória?

A fisioterapia tradicional, como é popularmente conhecida, visa treinar e estimular músculos e órgãos diversos a fim de obter o melhor funcionamento dos mesmos.

A fisioterapia respiratória também possui esse propósito, mas, como o nome já sugere, ela agirá para elevar ao máximo o desempenho de todo o sistema voltado para a respiração, melhorando a distribuição de oxigênio para todo o corpo.

O pulmão, por exemplo, pode ter sua capacidade respiratória ampliada com aparelhos e exercícios específicos. Esses exercícios podem ser realizados tanto em um hospital quanto em outros locais, como no trabalho ou na casa do paciente.

A fisioterapia respiratória se divide em 4 tipos:

1. Pediátrica

Quando realizada em crianças ou bebês, a fim de melhorar suas capacidades respiratória e evitar doenças que podem acometê-las, como bronquite.

2. Ambulatorial

Quando realizada em clínicas semanalmente, com a finalidade de tratar ou aliviar doenças consideradas crônicas ou que estejam ligadas ao coração.

3. Hospitalar

Quando realizada em quartos de hospital, uma vez que o paciente se encontra internado. Deve ser realizada diariamente, mesmo que não haja nenhuma doença ligada ao sistema respiratório.

4. Geriátrica

Quando realizada em idosos, ou seja, pessoas que possuem idade avançada e apresentam dificuldades para respirar.

Percebe-se, portanto, que seus benefícios são amplos, auxiliando na saúde de diversas pessoas em diversos momentos.

Qual a importância da fisioterapia respiratória?

Como você viu, é indiscutível a grande importância que a fisioterapia respiratória apresenta para a área da saúde. Principalmente nas grandes cidades, problemas respiratórios causados pela poluição do ar e outros fatores externos se tornam cada vez mais comuns, sendo necessária, muitas vezes, uma intervenção médica para garantir a saúde dos indivíduos.

Tal importância abrange diversas características, que podem ser resumidas nos seguintes tópicos:

  • Prevenção e tratamento de doenças respiratórias, como bronquite e asma;
  • Liberação das vias respiratórias de cada paciente, a fim de remover obstáculos que impedem a circulação do ar;
  • Prevenção de infartos, uma vez que eles também possuem ligação com dificuldade de circulação do ar no organismo;
  • Auxílio para pacientes que estejam entubados — ou seja, respirando com a ajuda de aparelhos;
  • Retirada de secreções das vias por meio de aparelhos específicos, complementando o tratamento com exercícios.

Atualmente, a principal desvantagem da fisioterapia respiratória consiste no fato desse não ser um tratamento gratuito. Isso significa que ele não pode ser realizado no SUS, mas apenas em centros específicos de saúde ou de forma emergencial em hospitais.

Mesmo sendo destinada a qualquer pessoa que queira respirar melhor, portanto, existe o agravante de que isso só será possível com um pequeno investimento.

Conseguiu entender para que serve a fisioterapia respiratória? Para receber mais informações sobre o assunto ou caso tenha restado alguma dúvida, deixe seu comentário no post! Nossa equipe está à disposição para ajudá-lo!

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba nossas novidades.