Hipolabor alerta: 5 parasitas humanos que podem vir no seu alimento

Hipolabor alerta: 5 parasitas humanos que podem vir no seu alimento

Quem nunca comeu uma fruta direto do pomar ou uma verdura direto da horta, ou preferiu uma carne mal passada à uma bem cozida ou assada?

Tais atitudes, embora sejam comuns no dia a dia, oferecem um potencial risco de contaminação que passa despercebido pela maioria das pessoas. Afinal, você sabia que é possível pegar uma parasitose por meio desses hábitos?

No post de hoje, listamos 5 parasitas humanos que podem vir no seu alimento. Acompanhe e saiba como identificá-los rapidamente, conheça seus sintomas e veja como se prevenir!

Teníase

A teníase, chamado vulgarmente de “solitária”, é uma doença provocada por dois vermes diferentes: Taenia saginata e Taenia solium. O primeiro é encontrado em carnes de boi mal cozidas, onde o verme se instalou na forma de larva.

Já o segundo aparece na carne de porco e possui maior dificuldade em ser eliminado. Diferentemente da Taenia Saginata, a Taenia Solium possui garras em suas ventosas, o que dificulta sua retirada após se instalar no intestino humano.

A teníase causa cólicas e vômitos constantes em casos mais avançados. Além disso, com o passar do tempo, pedacinhos dela acabam saindo junto às fezes, confirmando a contaminação.

Sua prevenção se dá pelo cozimento correto de carne de boi ou de porco, além de optar por escolher açougues de confiança ao comprar as carnes.

Doença de Chagas

A doença de chagas é causada por conta das fezes do barbeiro e não através de sua picada, como a maioria pensa. Por esse motivo, é extremamente comum existirem fezes contaminadas desse percevejo em alimentos como frutas e verduras.

O causador da doença é o protozoário Trypanosoma cruzi, e o local mais comum onde costuma se instalar é o coração.

Entre os principais sintomas estão febre alta, dor local e insuficiência e arritmia cardíaca, causada pelo inchaço do coração onde o parasita se reproduz. Para evitar essa doença por meio da ingestão de alimentos, basta lavá-los bem antes de consumi-los.

Amebíase

A Entamoeba histolystica é a causadora da doença chamada de amebíase. Esse protozoário costuma se instalar no intestino, mas, depois de algum tempo, ele pode migrar para outros órgãos, como o fígado.

A amebíase causa muitas dores estomacais e intestinais, além de gases, diarreia e vômito. A profilaxia é feita a partir da lavagem correta de legumes, frutas e verduras.

Lombriga

A lombriga, apelido dado ao Ascaris lumbricoides, é um dos parasitas mais conhecidos pelas pessoas pelo seu potencial de contaminação e incidência na população.

Esse verme se instala no canal digestório depois da ingestão de seus ovos, que podem estar na água contaminada, nas frutas e nas verduras. Seu local preferido para deposição é o intestino, mas, em casos de super infestação, os vermes podem caminhar por todo o tubo digestório, chegando a atingir o esôfago.

Entre os sintomas mais comuns estão diarreia, vômito e dores gastrointestinais. Seus ovos saem nas fezes, por isso é muito importante o saneamento básico e a educação sanitária da população como meio de evitar maiores infestações. E é claro, não se esqueça de lavar bem as frutas e verduras!

Giardíase

A giardíase é causada pelo protozoário Giardia lamblia por meio da ingestão de alimentos mal lavados ou de carne mal cozida que contém cistos do parasita. Esse protozoário se instala no intestino como forma de obter os nutrientes necessários à sua sobrevivência, sendo bastante frequente em crianças.

Por ser o primeiro protozoário intestinal humano a ser descoberto, hoje em dia sabe-se muito sobre ele. A giardíase se manifesta por azia e irritabilidade estomacal, diminuindo os sintomas ao ingerir alimentos.

Em seguida, pode ocorrer diarreia e vômitos, seguido ou não de muco e sangue. Como medida profilática, lave bem os alimentos e cozinhe bem a carne.

Os parasitas humanos se instalam unicamente como forma de obterem alimento e de se reproduzirem. Fique de olho nos sintomas e coloque as medidas preventivas em prática para evitar futuras contaminações e contratempos perigosos à sua saúde!

Gostou do nosso texto sobre doenças parasitárias? Para continuar se informando sobre o assunto, confira as principais diferenças entre doenças causadas por vírus e bactérias.

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba nossas novidades.