Como é o trabalho do farmacêutico industrial

Como é o trabalho do farmacêutico industrial?

O setor farmacêutico industrial é um dos mais promissores dentro da área da saúde. Diante desse cenário, os profissionais que trabalham nesse ambiente costumam ser bastante valorizados e requisitados, além de terem noção das suas responsabilidades e da sua importância dentro do mercado.

Ficou curioso em saber mais sobre essa profissão? Este artigo vai abordar as principais informações sobre o trabalho do farmacêutico industrial. Acompanhe a leitura e confira mais detalhes!

A atuação do farmacêutico industrial

A atuação do farmacêutico industrial

 

O crescimento favorável da indústria farmacêutica abriu espaço para que despontasse um novo ramo no mercado de trabalho. Trata-se da área farmacêutica industrial. O profissional que atua nessa área tem ficado muito valorizado no ramo da saúde.

De fato, o mercado de trabalho para esse profissional vem se tornando muito promissor, especialmente em alguns estados do Brasil que são conhecidos como verdadeiros polos industriais. Estamos falando de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná, entre outros.

As atribuições do farmacêutico industrial vão muito além da mera administração, do controle de uma farmácia e das atividades industriais. A profissão também envolve a observação de normas e instruções diretas que são emitidas pela Vigilância Sanitária e pelo Conselho Regional de Farmácia. De toda forma, é essencial que o profissional esteja em constante aprendizado a fim de assegurar os melhores resultados no desempenho do seu trabalho.

Nesse sentido, a atuação do farmacêutico industrial envolve todas as fases da cadeia de produção de uma indústria, seja de forma direta ou indireta. Os setores mais comuns de trabalho dessa profissão são: cosmética, farmácia, alimentos e farmoquímica.

Entre as principais atividades que são desempenhadas por esse profissional, podemos citar:

  • gestão, controle e garantia da qualidade;
  • toxicologia ocupacional no ambiente de trabalho;
  • controle de qualidade microbiológica;
  • pesquisa de alimentos;
  • questões regulatórias;
  • engenharia industrial;
  • qualificação e validação;
  • supervisão da cadeia de produção;
  • farmacovigilância dos processos industriais;
  • controle e análise da documentação técnica;
  • pesquisa de substâncias e criação de novos compostos;
  • gestão de tarefas relacionadas ao setor de programação e controle de produção, ao registro de produtos e ao controle da qualidade;
  • análise e supervisão da qualidade e desenvolvimento de embalagens de produtos;
  • gestão de atividades relacionadas ao SAC;
  • gerenciamento do setor de validação de processos;
  • criação de um fluxograma de execução para processos de produção e controle de qualidade;
  • acompanhamento em etapas de auditoria sanitária.

A qualificação do farmacêutico industrial

A qualificação do farmacêutico industrial

 

A grande valorização do farmacêutico industrial se deve principalmente ao fato de sua alta qualificação dentro do mercado, fazendo com que esse trabalhador seja disputado por diversas empresas. Para isso, o profissional deve se formar no curso de graduação de Farmácia e se especializar na área farmacoindustrial, frequentando pós-graduação e cursos de gestão industrial farmacêutica e de controle de qualidade, por exemplo.

Até porque a área da Farmácia é ampla e apresenta muitas possibilidades. Trata-se de uma verdadeira ligação entre o campo da medicina e a sociedade, de uma forma geral. Além disso, é importante que o profissional tenha o conhecimento de outros idiomas, especialmente do inglês. A maioria das indústrias estabelece esse pré-requisito para os candidatos. Afinal, muitos livros estão escritos nessa língua.

Nesse sentido, o profissional desse ramo deve dominar conhecimentos aprofundados sobre composição farmacológica e química dos medicamentos, gestão industrial, ferramentas da qualidade, interações entre as substâncias, normas nacionais e internacionais de Boas Práticas de Fabricação, legislação sanitária do setor, quantidade de cada composto a ser utilizado no preparo de uma determinada medicação e assim por diante.

A importância do farmacêutico na indústria

A importância do farmacêutico na indústria

 

O Brasil é considerado como uma verdadeira potência mundial quando o assunto é o desenvolvimento do mercado farmacêutico. O país é uma das principais nações que consomem medicamentos em todo o mundo, e essa tendência só deve aumentar nos próximos anos.

Quando se trata da indústria farmacêutica, esse profissional ganha ainda mais relevância. Afinal, ele é o maior responsável por manter o controle de qualidade dos processos medicamentosos e gerenciar as auditorias e inspeções obrigatórias por lei.

Assim, atua na análise e na elaboração de medicações, no controle de pureza, na qualidade e eficácia dos fármacos, na vigilância dos processos para evitar qualquer tipo de contaminação, nos programas de validação de procedimentos, na certificação de fornecedores, na participação em auditorias, na pesquisa de novos medicamentos e cosméticos, nas análises laboratoriais, na aprovação dos produtos finais que serão disponibilizados para o mercado, entre outras funções.

O mercado de trabalho para o farmacêutico industrial

O mercado de trabalho para o farmacêutico industrial

 

O mercado de trabalho para o farmacêutico industrial é bastante amplo e promissor no Brasil e em todo o mundo. Esses profissionais costumam receber altos salários e apresentem boas chances de progressão na carreira dentro das empresas. Além disso, existem várias outras possibilidades de atuação, como no setor acadêmico e na área de pesquisas dentro do próprio ramo da indústria.

Essas boas oportunidades se devem principalmente ao fato de o setor industrial farmacêutico ser uma área relativamente nova e que demanda um grande número de profissionais. Mas, para que o cenário seja bem aproveitado, é necessário que o farmacêutico tenha uma boa qualificação técnica e que esteja bem preparado para atuar na área.

As dicas para se destacar na área farmacêutica industrial

As dicas para se destacar na área farmacêutica industrial

 

Confira as principais medidas que o profissional deve colocar em prática para ter sucesso na carreira farmacêutica industrial.

Tenha o domínio do inglês

Como adiantamos, o inglês fluente é uma condição essencial para atuar na profissão. De fato, dominar um segundo ou até mesmo um terceiro idioma é uma forma de se destacar no setor farmacêutico industrial. Isso porque se trata de uma área que demanda a leitura de vários artigos científicos, bem como de normas e guias de harmonização que estão escritos na língua inglesa.

Tenha bons conhecimentos teóricos, específicos e regulatórios

A ANVISA fiscaliza e determina que as indústrias farmacêuticas estejam fielmente adaptadas às exigências sanitárias. Nesse sentido, o farmacêutico ganha especial destaque, afinal, é ele que vai desempenhar essa função. O trabalhador tem o papel de garantir a qualidade dos processos fabris, além da segurança e da eficácia dos medicamentos produzidos.

Tenha inteligência emocional

O profissional ainda precisa dominar as suas emoções. Ele deve ter capacidade de negociação e ser flexível. Além disso, as habilidades de proatividade, liderança e comunicação também são um diferencial para a carreira, pois proporcionarão que o trabalhador alcance altos cargos estratégicos dentro das empresas.

Tenha inteligência emocional

 

Como vimos, o farmacêutico industrial é um profissional que detém uma das carreiras mais concorridas e promissoras do mercado da saúde e da farmacologia. De fato, a edição de legislações nesse sentido aumentou a preocupação com a qualidade dos produtos industrializados e com o controle e a gestão da produtividade industrial.

Por fim, destacamos que também é importante valorizar o papel da rede de contatos na hora de ingressar na área. Afinal, quanto melhor a qualidade do seu networking, maiores são as chances de obter altos cargos dentro de uma organização.

Além do farmacêutico industrial, o enfermeiro é um profissional fundamental para promover o acesso da população à saúde pública e incentivar a prevenção de doenças e redução de mortes. Aproveite a visita ao blog e confira se o enfermeiro pode prescrever medicações e fazer consultas!

Faça seu cadastro e receba tudo por email!

Confira também

X Cadastre-se Faça seu cadastro e receba nossas novidades.